Pular para o conteúdo principal

Não Julgues Alguém por Quem Cristo Morreu

  Não Julgues Alguém por Quem Cristo Morreu O ensinamento de Jesus sobre o julgamento é profundo e relevante para todos nós. Em Mateus 7, encontramos palavras que nos convidam à reflexão e à mudança de atitude. Vamos explorar por que não devemos julgar os outros e como podemos aplicar esse princípio em nossa vida. I - O Mandamento de Não Julgar Em Mateus 7:1-2, Jesus diz: “Não julgueis, para que não sejais julgados. Pois com o critério com que julgardes, sereis julgados; e com a medida que usardes para medir a outros, igualmente medirão vocês.” Essas palavras são um lembrete poderoso de que nosso julgamento tem consequências. Quando apontamos os erros dos outros, estamos nos colocando em uma posição de juízes, e Deus nos julgará da mesma forma. II - A Trave no Próprio Olho Jesus continua em Mateus 7:3-5: “E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu próprio olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o

O mundo em números - LER MAIS

 

O mundo em números


  • A OMS informou que mais de 6 milhões de pessoas já morreram por causa do CORONAVÍRUS, desde o início da pandemia. Isso causou no mundo um impacto econômico e social imensurável.

  • A Gripe H1N1 já matou mais de 10.000 pessoas no mundo (OMS), desde março/2021.

  • Mais de 10.000 pessoas já foram mortas, civis e militares, no conflito Rússia/Ucrânia. E tudo indica que a guerra vai continuar e mais gente vai continuar morrendo.

  • O protestantismo está presente na Itália há 800 anos (antes da Reforma Protestante – os valdenses), mas o povo não conhece o Deus da Bíblia. O italiano é um povo extremamente religioso, mas nada sabe Cristo e a Palavra de Deus. Isso ocorre em outros países europeus. A Europa é pós Cristã.

  • Na Itália há mais de 100.000 bruxos trabalhando em tempo integral. Isso é quase 3 vezes o nº sacerdotes católicos.

  • A Igreja na China recebe de 20.000 a 28.000 crentes diariamente. A “Igreja Subterrânea” cresce a cada dia, mesmo sob o risco de cristãos serem aprisionados e mortos. A Igreja evangélica chinesa é perseguida e carente de recursos e treinamento.

  • A perseguição ao cristianismo na China abrange desde o confisco de Bíblias até a destruição de edifícios onde os crentes se reúnem. Os evangelistas chineses são detidos, interrogados e torturados, resultando em morte em alguns casos.

  • 5,3 bilhões de pessoas em todo o mundo nunca ouviram o nome Jesus. Isso representa 2/3 da população do mundo.

  • Há 2700 línguas em que nunca foi escrito sequer um único versículo bíblico. Ainda existem 12 mil povos não alcançados no mundo.

  • Dos cerca de 250 milhões de surdos, somente 2% tiveram uma experiência de fé com Jesus.

  • Apenas 1% dos alemães acredita na Bíblia.

  • Uma em cada 12 crianças do planeta enfrenta as piores formas de exploração no trabalho.

  • Cerca de 180 milhões de crianças são submetidas a trabalhos perigosos, recrutamento forçado em exércitos e prostituição.

  • A cada 7 segundos, uma criança morre de fome no mundo.

  • 1,2 bilhão de crianças são vítimas de tráfico.

  • Há 113 milhões de crianças fora da escola em todo o mundo.

  • Segundo a UNICEF, a cada ano, cerca de 1 bilhão de crianças sofrem violência sexual em todo o mundo.

  • 700 milhões de crianças sofrem de desnutrição; entre 13 milhões e 18 milhões de pessoas – principalmente crianças – morrem de fome a cada ano no mundo; 40 mil pessoas morrem de fome por dia; 840 milhões convivem com a fome crônica.

  • No mundo, 1,3 bilhão de pessoas vivem em extrema pobreza e a cada minuto 47 pessoas cruzam a linha da pobreza – menos de 1 dólar por dia.

  • A cada minuto 1 pessoa morre assassinada. Na Tanzânia, 500 idosas são mortas a cada ano, acusadas de bruxaria.

  • Relatório da Anistia Internacional diz que 1 bilhão de mulheres já foram espancadas ou estupradas.

  • Uma mulher a cada 3 no mundo sofre agressões sérias como estupro.

  • Um a cada 6 habitantes na terra não tem água potável para beber e 2 em cada 5 não dispõe de acesso a saneamento básico. Isso mata 3 milhões de pessoas todo ano.

  • Nos 19 séculos anteriores ao Séc. XX, as guerras mataram 40 milhões de pessoas. Apenas no último século, 110 milhões de pessoas morreram por causa das guerras. Para cada dólar que a ONU gasta em missões de paz, o mundo investe 2 mil dólares em guerras.

  • Mais de 1 milhão de pessoas se suicidam por ano no mundo.

  • Metade dos novos casos de infectados por HIV no mundo corresponde a jovens entre 15 e 24 anos.

  • Nos próximos 8 anos, 45 milhões de pessoas estarão infectados pelo HIV no mundo


Fontes: Missão Portas Abertas, Revista Today, sites ONU, UNICEF, OMT, OMS e UNESCO.


E o quê temos a ver com isso?


Atos 13:47


“Porque o Senhor assim no-lo mandou: eu te pus para luz dos gentios, a fim de que sejas para salvação até os confins da terra”.


No contexto próximo, os Apóstolos Paulo e Barnabé estavam pregando na Sinagoga e os judeus, por inveja, rejeitavam a palavra, motivo que levou os Apóstolos a pregar aos gentios (os não judeus). Isso fez com que o alcance da pregação se tornasse mundial.


A Igreja de Cristo é a luz para as nações!


Por que Deus usou a palavra “luz”?


Porque a luz faz a diferença. Veja:


I – A luz faz a diferença porque não se mistura com as trevas.


II – A luz faz a diferença porque é ponto de referência.


III – A luz faz a diferença porque não pode ficar escondida.

- Mt 5:14 “vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte”.

IV – A luz faz a diferença porque ela expõe a sujeira.


Concluindo,


Romanos 10:13-15

Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.
Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?
E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.”

Qual a tua missão? (quero que você pense por um instante...)


1º - A Igreja é luz quando vai ou envia um missionário ao campo.


2] - A igreja é luz quando ora por missões (pés, joelhos e mãos).


3º - A Igreja é luz quando contribui financeiramente para missões.



Gustavo Maders de Oliveira - DMISS

17 de agosto de 2022


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JANELA 10/40 – DESAFIO MISSIONÁRIO - LER MAIS

  JANELA 10/40 – DESAFIO MISSIONÁRIO O termo Janela 10/40 originou-se com Luis Bush, diretor internacional AD2000 & Beyond Movement durante a segunda Conferência de Lausanne, em julho de 1989. A Janela é uma faixa compreendida entre os paralelos 10º e 40º, acima da linha do Equador, onde vivem 97% das pessoas menos evangelizadas do mundo. Na Janela 10/40 vive o grupo de povos não alcançados, do ocidente da África até o ocidente da Ásia. São 64 nações mais “perdidas” do planeta. Corresponde a 3 bilhões e 200 milhões de pessoas que em sua maioria nunca ouviram o nome Jesus; 1/3 da superfície da terra e grande parte da população do planeta. A maioria dos pobres está lá. 9/10 da população mais pobre do planeta, que vive abaixo do nível da pobreza vive na Janela. Mais da metade da população do mundo jamais ouviu o nome Jesus. Isso deveria causar ojeriza na igreja, mas parece que não é a prioridade do Povo de Deus. Só 8% de todos os missionários estão na Janela 10/40. Por

AMAZÔNIA – O MAIOR DESAFIO MISSIONÁRIO NO BRASIL - LER MAIS

  AMAZÔNIA – O MAIOR DESAFIO MISSIONÁRIO  NO BRASIL A Amazônia é, indubitavelmente o maior desafio missionário existente no Brasil. Cobrindo 59% de todo o território nacional, a região elenca cinco grupos socioculturais menos evangelizados no Brasil: indígenas, quilombolas, ciganos, sertanejos e ribeirinhos. A respeito do segmento ribeirinho, há um grupo de 35 mil comunidades na Amazônia, das quais estima-se que 10 mil ainda não foram alcançadas pelo evangelho. Vinte e seis milhões de pessoas habitam a Amazônia Legal, sendo que 1 milhão nunca teve contato com o evangelho. Há mais de 40 iniciativas evangelizadoras na Amazônia Legal e a maioria das comunidades tradicionais num raio de 100 Km das principais cidades já foram alcançadas. Dentre as necessidades apontadas para o avanço do evangelho entre os ribeirinhos estão a conscientização da igreja brasileira, missionários bem treinados, com capacidade de leitura cultural adequada, formação de líderes locais e material peda

Cristo, o Centro da Bíblia

  Cristo, o Centro da Bíblia O Antigo Testamento descreve uma nação; o Novo descreve um homem. Jesus é o tema central da Bíblia, como você pode ver a seguir: A referência (nome) de Cristo em cada livro da Bíblia: Gênesis: O descendente da mulher (Gn 3:15); Êxodo: O cordeiro pascoal (Ex 12:5-13); Levítico: O sacrifício expiatório (Lv 4:14,21); Números: A rocha ferida (Nm 20:7-13); Deuteronômio: O profeta (Dt 18:15); Josué: O príncipe dos Exércitos do Senhor (Js 5:14); Juízes: O libertador (Ju 3:9); Rute: O remidor divino: (Rt 3:12); Samuel: O rei esperado (1 Sm 8:5); Reis: O rei prometido (1 Rs 4:34); Crônicas: O descendente de Davi (1 Cr 3:10); Esdras: O ensinador divino (Es 7:10); Neemias: O edificador (Ne 2:18,20); Ester: A providência divina (Et 4:14); Jó: O redentor que vive (Jó 19:25); Salmos: O nosso socorro e alegria (Sl 46:1); Provérbios: A sabedoria de Deus (Pv 8:22-36); Eclesiastes: O pregador perfeito (Ec 12:10); Cantares: O nosso amado (Ca 2.8); Isaías: O servo do Senhor (I